quarta-feira, 12 de junho de 2013

Linguado ao Forno com Batatas e Alcaparras

Olá, pessoal!
Tudo bem?
A receita de hoje é de um simples peixe com batatas ao forno.
Nós decidimos utilizar, nesse dia aí, filés de linguado (mas você pode utilizar filés de outros peixes, também, como congrio, badejo, merluza ou mesmo tilápia).
Quem já viu uma foto do bicho vivo, sabe que o linguado é um dos peixes (na verdade, numerosas espécies de peixes, pertencentes a dois gêneros diferentes) mais esquisitos do mundo...
Ele nasce até ajeitado, mas com o tempo os dois olhos acabam ficando do mesmo lado da cabeça, e o troço fica muitíssimo estranho!
De qualquer forma, o linguado, em geral, tem textura e sabor delicados, e é realmente muito gostoso.
Quando eu estava pesquisando para fazer este post, descobri que o linguado era muitíssimo apreciado na corte de Luís XIV (o cabra que chegou a dizer "O Estado sou eu"), e que ainda é um dos peixes ditos "nobres" mais utilizados na gastronomia francesa!
O que chamamos, aqui no Brasil, de "alcaparra", na verdade são os botões da flor de um arbusto espinhento originário da região mediterrânea e muito presente na gastronomia do sul da Europa (com uma presença muito marcante em pratos sicilianos, por exemplo).
Os gregos utilizam, ainda, as folhas desse arbusto na composição de saladas, e até o fruto maduro acaba virando uma conserva.
Ingrediente interessante, no final das contas, as tais das "alcaparras"!
Mas vamos logo à receita!


Ingredientes:

1kg de filé de linguado
5 batatas
1 limão
alcaparras
azeite
sal


Modo de Fazer:

Tempere o peixe com sal (lembrando sempre que utilizo um sal temperado, que é preparado pelo meu pai, e que você pode utilizar os temperos de sua preferência, tomando o cuidado de não exagerar em nada, porque o sabor deste peixe é bem delicado), limão, azeite e as alcaparras (a quantidade é a gosto; eu utilizei o equivalente a umas duas colheres de sopa).
Você pode utilizar as alcaparras inteiras. Eu prefiro cortá-las grossamente, para que elas espalhem melhor o sabor e para que não fiquem muito grandes, e para que elas tenham uma aderência melhor ao peixe depois.
Deixe marinar por 30 minutos.


Enquanto isto, coloque as batatas para cozinhar, em água com um pouco de sal.
É o seguinte. Você também pode pular essa etapa, e deixar que a batata cozinhe, depois, simplesmente na água que o peixe soltar durante o cozimento. Mas pode acontecer de o peixe soltar pouca água e a batata acabar ficando um pouco dura. Assim, é melhor garantir o sucesso fazendo um leve pré cozimento (tomando o cuidado de não deixar a batata chegar ao ponto em que fica desmanchando).
Cubra o fundo de uma assadeira untada com a batata pré cozida cortada em rodelas de aproximadamente meio centímetro de espessura.


Por cima, coloque os filés do linguado.
Por fim, regue o peixe e as batatas com todo o caldo que tiver sobrado da marinada.


Tampe a assadeira com papel alumínio.
Aqui, aquela lembrança da Física... O papel alumínio tem a função de concentrar calor (e não de deixar bonitinho). Assim, a parte espelhada deve ficar voltada para dentro da assadeira, e a parte fosca para fora. Isto porque a parte fosca atua na absorção do calor, e a parte espelhada mantém o calor lá dentro. Coisa linda da Ciência (rsrs)!
Leve ao forno médio alto por 25 minutos.


Tire o papel alumínio, e mantenha a assadeira no forno, até que a água que o peixe tiver soltado tenha secado e as batatas estejam douradas. O ponto aqui é bastante importante, e você precisará ficar de olho, para que não fique lá um prato "aguado", mas para que não queime tudo, também!


E está pronto, rapazeada!


Fica uma delícia!
Nós servimos esta receita acompanhada de um risoto de palmito e de um bom vinho branco seco italiano. Pra não falar que estava tudo tão perfeito, nesse dia aí o risoto passou um pouco do ponto (no cozimento) e ficou pronto um pouco antes da hora (no relógio). Prova de que as coisas às vezes desandam um pouco mesmo, fazer o que (rsrs)!


Mas o peixe e as batatas ficaram muito bons!
Uma variação possível é acrescentar à receita, na hora de levar ao forno, champignons em conserva fatiados. Fica bem interessante.
E é isso aí!
Como sempre, estão todos convidados a participar!
Mandem seus comentários, críticas, sugestões, receitas, resenhas e tudo mais!
Um abração e "inté",

Thiago "Virgulino"

Um comentário: